Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Fabrício Soveral

Audiência pública na Câmara de Vereadores discute o abastecimento de água em Pato Branco

Vereadores fizeram questionamentos sobre os serviços prestados pela Sanepar em Pato Branco

A Câmara de Vereadores de Pato Branco sediou, na noite desta quarta-feira (13), uma audiência pública para discutir as condições do fornecimento de água pela Sanepar à população de Pato Branco. A audiência foi convocada pelo Ministério Público após demandas da comunidade e proposição dos vereadores Claudemir Zanco “Biruba” (PDT), Carlinho Antonio Polazzo (PROS) e Fabricio Preis de Mello (PSD). Ainda participaram da mesa na audiência pública o gerente geral da Sanepar para as regiões Oeste e Sudeste do Paraná, Renato Mayer Bueno; o secretário de Meio Ambiente de Pato Branco, Nelson Bertani; o gerente da Copel, Douglas Bausewein; a presidente da União das Associações de Bairros de Pato Branco, Marilene Debastiani Colla; a coordenadora municipal do Procon, Alessandra Botelho; e os vereadores Vilmar Maccari (PDT), Amilton Maranoski (PV), Gílson Feitosa (PT), Joecir Bernardi (SD), Moacir Gregolin (MDB), Rodrigo Correia (PSC) e Ronalce Dalchiavan (PP). O plenário da Câmara teve a presença de dezenas de pessoas, algumas delas representando comunidades do município.

Promotor de justiça Vitório Alves da Silva Junior conduziu a audiência pública

Após a abertura da audiência pelo presidente da Câmara Municipal, Vilmar Maccari, as discussões foram conduzidas pelo promotor de justiça da Comarca de Pato Branco, Vitório Alves da Silva Junior. “Essa audiência visa trazer ao conhecimento do público as principais reivindicações da comunidade em relação ao abastecimento e qualidade de água. Posteriormente, pretendemos fazer um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que esses problemas sejam resolvidos para o futuro”, justificou o promotor.

Os vereadores proponentes da audiência pública fizeram manifestações no sentido de cobrar a Sanepar soluções para os problemas recentes enfrentados no abastecimento e ainda o questionamento sobre qual é o planejamento da empresa para o futuro próximo para que as mesmas situações não voltem a ocorrer, principalmente levando-se em consideração o crescimento da cidade e da população. Os demais integrantes da mesa demonstraram preocupação semelhante nas manifestações.

Representantes da comunidade participaram da audiência pública na Câmara de Pato Branco

Sanepar

O gerente da Sanepar, Renato Mayer Bueno, teve a concessão de um tempo maior para uma apresentação sobre o trabalho da empresa. Ele mostrou como é hoje a estrutura operacional, as metas de crescimento para atender à população de Pato Branco e falou sobre as causas da falta de abastecimento recente, principalmente por problemas na captação.

Renato Bueno representou a Sanepar na audiência pública

O representante da Sanepar garantiu que as ações necessárias já estão sendo realizadas. A captação de água realizada no rio Pato Branco, na área rural do município de Mariópolis, terá a capacidade aumentada em breve em obra que já está sendo realizada, assim como a ampliação do tratamento.

Bueno disse que um dos problemas enfrentados é quando a turbidez da água aumenta consideravelmente porque isso ocasiona a diminuição da vazão devido ao tratamento que fica mais demorado. Outra questão colocada foi problemas não previstos com energia elétrica já que as bombas precisam dela para que a água chegue até a estação de tratamento e posteriomente nas residências.

Mesmo com as explicações alguns representantes da comunidade expuseram a insatisfação com o serviço da Sanepar em Pato Branco na questão do abastecimento que segundo um deles chegou a ficar interrompido por cinco dias em uma região da cidade. Outro participante destacou que é empresário da empresa hoteleira e estava com 60 hóspedes quando ocorreu a falta de água. “Imagine você num hotel onde 60 pessoas não podem nem tomar banho, como se sustenta um negócio desses?”, questionou em tom crítico.

Participantes da audiência afirmaram que ficaram cinco dias sem água nas residências

“Recebo as críticas como profissional que sou da empresa e levarei elas à frente para que possamos melhorar o serviço”, concluiu Renato Bueno.

No encerramento, o promotor de justiça Vitório Alves da Silva Junior ressaltou que Pato Branco é considerado o quarto melhor município para se viver no Paraná, está em crescimento e por isso clama em nome da população para que a Sanepar siga com os investimentos na cidade aprimorando cada vez mais para que as pessoas não sofram novamente com os problemas de abastecimento.

Claudemir Zanco “Biruba” (PDT), proponente da audiência pública da Sanepar
Carlinho Antonio Polazzo (PROS), proponente da audiência pública da Sanepar
Fabricio Preis de Mello (PSD), proponente da audiência pública da Sanepar
Captação de água da Sanepar no rio Pato Branco em Mariópolis (Foto: Reprodução/Sanepar)
Sanepar apresentou um vídeo sobre as obras para a instalação de novos dutos de captação de água (Foto: Reprodução/Sanepar)
Com as obras de ampliação da rede alguns cortes pontuais no fornecimento de água ainda vão ocorrer em Pato Branco (Foto: Reprodução/Sanepar)