Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Ubiracy José Tesserolli

Plenário aprova projetos da Semana de Incentivo ao Ciclismo e de Saúde Bucal

O Plenário aprovou, na segunda-feira (10), projeto de lei, de autoria do vereador Carlinho Polazzo (Pros), que institui a Semana  Municipal  de Incentivo ao Ciclismo no calendário oficial de Pato Branco. A semana deverá ser celebrada no dia 19 de agosto, data em que se comemora oficialmente o “Dia Nacional do Ciclista”.

Os objetivos são difundir o uso da bicicleta, tanto na forma de exercício físico, quanto como meio de transporte. Além disso, promover a conscientização da importância do ciclismo e da prática de esportes como instrumentos de qualidade de vida e  fomentar o respeito entre ciclistas, motoristas e pedestres, ainda, incentivar o uso de transportes alternativos, como forma de reduzir a poluição do meio ambiente.


O vereador salienta na justificativa que, o ciclismo é uma modalidade indicada para pessoas de qualquer idade sem se importar com seu condicionamento físico. Esta é uma das atividades que apresenta menor sobrecarga nas articulações e está ganhando cada vez mais praticantes.  Andar de bicicleta é um exercício de baixo impacto – mais suave com as articulações do que correr e outras atividades aeróbicas de alto impacto.

Saúde

Em outro projeto, o vereador busca a instituir no calendário oficial de Pato Branco, a Semana Municipal da Saúde Bucal a ser realizada, anualmente, na semana que contemple o dia 25 de outubro,  data em que comemora-se nacionalmente o Dia do Cirurgião Dentista. A iniciativa deve oferecer serviços como orientação sobre cuidados na saúde bucal, restaurações para crianças de escolas e creches municipais, cuidados com o uso de próteses e o câncer de boca.  

Em resposta a um requerimento assinado pela vereadora Marines Boff Gerhardt (PSDB), relatora do projeto na  Comissão de Justiça e Redação (CJR),  a Secretaria de Saúde informa que  já realiza programação referente ao “Dia Nacional de Saúde Bucal”, instituído pela Lei federal nº 10.465/2002. “Tendo em vista a existência da data instituída e da existência da lei federal esta coordenação não vê a necessidade de redundância com a criação de urna lei municipal sobre o mesmo assunto”, diz o coordenador  de Odontologia, Paulo Henrique Pegoraro.

O proponente, vereador Polazzo, refutou a posição da secretaria, pois o projeto prevê ações preventivas, não gera despesas e é constitucional.  “Uma semana a mais não é importante para as crianças”, salientou o vereador, afirmando que investir em saúde não inconveniente e inoportuno, o importante, então, pontua o vereador, é investir mais de R$ 2 milhões no quadrimestre de 2019.

Contrário

O relator da Comissão de Politicas Púbicas (CPP), vereador Fabricio Preis de Mello (PSD), apresentou parecer contrário. O relator levou em consideração a manifestação da Secretária de Saúde, que as ações previstas no projeto são promovidas pelo Município. O projeto foi aprovado com o voto contrário do relator, vereador Fabrício.